Olá Visitante! Acesse sua conta ou Cadastre-se

Evidências

20:01 às 23:59

É hora de se imunizar

Será realizado no sábado (04) o dia “D” de mobilização contra a gripe. Mais de 40 mil unidades de vacinação estarão abertas em todo o país para reforçar a campanha e proteger o público-alvo. Devem tomar a vacina idosos acima de 60 anos, crianças entre seis meses e 5 anos, gestantes, mulheres com até 45 dias no pós-parto, profissionais de saúde, professores da rede pública e particular de ensino, doentes crônicos ou com condições clínicas especiais.

Em Minas, até agora apenas 30% do público-alvo foi imunizado. Como o corpo leva, em média, de duas a três semanas para criar os anticorpos que geram proteção contra a doença após a vacinação, o ideal é realizar a imunização antes do início do inverno, que começa em junho.

Casos de gripe

Neste ano, até 20 de abril, foram registrados 427 casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) por influenza em todo o país, com 81 óbitos. Em Minas, o Ministério da Saúde confirma 18 casos da doença com uma morte registrada.

Prevenção

A vacina é um dos métodos de proteção contra a gripe. Contudo, outros cuidados são essenciais para evitar a doença, como lavar as mãos, ter cuidado ao tossir e usar lenços descartáveis. Veja abaixo mais dicas:

• Proteja o nariz e a boca. Cubra-os enquanto espirra ou tosse e use lenços descartáveis.

• Evite tocar a boca e o nariz.

• Lave as mãos com água e sabão e use álcool gel 70% regularmente, especialmente depois de tocar o nariz e a boca ou superfícies que possam estar contaminadas.

• Melhore a circulação de ar abrindo as janelas.

• Evite ficar por muito tempo em locais com grande aglomeração de pessoas.

• Mantenha hábitos saudáveis: coma bem, durma bem e faça exercícios.

• Não compartilhe objetos de uso pessoal, como talheres, pratos, copos ou garrafas.

Quem apresenta os sintomas da gripe deve:

• Evitar sair de casa em período de transmissão da doença (até 7 dias após o início dos sintomas).

• Restringir ambiente de trabalho para evitar disseminação do vírus.

• Evitar aglomerações e ambientes fechados, procurando manter os ambientes ventilados.

• Adotar hábitos saudáveis, como alimentação balanceada e ingestão de líquidos.