A PHP Error was encountered

Severity: Notice

Message: Trying to get property of non-object

Filename: controllers/Pagina.php

Line Number: 67

Backtrace:

File: /home/radioliberdade.com.br/public/application/controllers/Pagina.php
Line: 67
Function: _error_handler

File: /home/radioliberdade.com.br/public/index.php
Line: 325
Function: require_once

Zezé Di Camargo é alvo de críticas - Rádio Liberdade FM 92,9

Olá Visitante! Acesse sua conta ou Cadastre-se

Clássicos da Liberdade

11:01 às 12:00

Zezé Di Camargo é alvo de críticas

Zezé Di Camargo concedeu uma entrevista para o canal do YouTube da jornalista Leda Nagle, onde falou sobre os cuidados com o físico e relembrou o tempo em que se obrigava a compor uma música por dia. Durante a conversa, Zezé ainda revelou que já foi convidado para se tornar um político e afirmou que não houve ditadura no Brasil.

Sobre a solução para a política brasileira, ele surpreendeu com a opinião: “Eu vou falar um absurdo aqui para você, vão me criticar, jornalistas vão falar de mim, achar que sou um maluco. Você sabe que o momento em que a gente vive hoje no Brasil. O Brasil lutou muito pela democracia, a emenda Dante de Oliveira, artistas em cima do palco. Mas eu fico com pena de como os nossos políticos usaram aquela liberdade que nós conquistamos, que era sair do militarismo. Muita gente confunde militarismo com ditadura. Nós não vivíamos numa ditadura, nós vivíamos num militarismo vigiado. Ditadura é a Venezuela, Cuba com Fidel Castro, Hungria, Coreia do Norte, China, esses são realmente ditadores. O próprio Chile, com Pinochet, e a Argentina, um pouco. O Brasil nunca chegou a ser uma ditadura daquelas que ou você está a favor ou você está morto”, argumentou. A jornalista contra-argumentou e disse que na época ocorreram diversos conflitos e prisões: “Mas não chegou a ser tão sangrenta, tão violenta, como a gente vive até hoje, no mundo de hoje”, afirmou o artista.

O artista ainda defendeu que o Ministério da Educação inclua a matéria política no ensino básico do País e comentou que seus filhos estudaram dois anos nos Estados Unidos, onde os alunos têm aula de formação do cidadão.

A entrevista foi dividida em duas partes, e o segundo vídeo será publicado nesta terça-feira.