Olá Visitante! Acesse sua conta ou Cadastre-se

Madrugada Viva Liberdade

00:01 às 04:00

Coronavírus muda rotina em Minas

Diante da preocupação com o surto de coronavírus, que já foi declarado pandemia pela Organização Mundial de Saúde, governo e prefeituras, além de instituições privadas já tomaram diversas medidas na tentativa de conter o alastramento da doença.

O governo de Minas anunciou suspensão das aulas nas escolas públicas estaduais entre 18 e 23 de março. O pedido do Executivo é que a recomendação também seja adotada pelas escolas particulares. A Prefeitura de Belo Horizonte adotou medidas nas escolas municipais e, apesar de ainda não ter suspendido as aulas, não descarta a medida e diz que a situação será monitorada diariamente. Cefet, Puc, Faculdade Ciências Médicas de Minas Gerais, Ibmec, Universidade Federal de Viçosa e Universidade Estadual de Montes Claros também suspenderam as atividades. A UFMG, por sua vez, decidiu suspender os eventos acadêmicos e intensificar as informações sobre prevenção, mas manteve as aulas, em todos os níveis.

Ainda não existem orientações dos órgãos públicos com relação ao transporte coletivo. Mas é rcomedado que cada pessoa carregue seu álcool gel e higienize as mãos o máximo possível. Já as viagens do trem turístico que liga as cidades de São João Del Rei a Tiradentes estão suspensas.

Hospitais de Minas Gerais também adotaram medidas preventivas, como restringir ou suspender a visitação e disponibilizar alas para isolamento de pacientes com suspeita da doença. O govenador Romeu Zema decretou ainda a suspensão de eventos oficiais com mais de cem pessoas por 30 dias. A Prefeitura de Belo Horizonte também cancelou eventos que iriam aglomerar muitas pessoas. Mas manteve o funcionamento da feira Hippie. De acordo com os comerciantes, no entanto, o movimento diminuiu em 50% ontem.

O Campeonato Mineiro e torneios nacionais também foram suspensos por tempo indeterminado. A Assembleia Legislativa de Minas Gerais restringiu a entrada de pessoas na Casa. Também ficam proibidas as viagens de deputados e servidores para áreas onde haja ocorrência da doença. O Procon Assembleia suspendeu atendimento ao público.E a população carcerária de Minas Gerais está sendo monitorada para que os sintomas de coronavírus sejam identificados. Várias empresas já estão adotando sistema de home office em Minas.

A Arquidiocese de Belo Horizonte orienta a evitar o abraço da paz e as mãos dadas para rezar o Pai-Nosso também devem ser abolidas. Algumas igrejas, estão orientando, inclusive, que idosos não compareçam as celebrações.

Quais são os sintomas do coronavírus?

Os sintomas são os mesmos de outras doenças respiratórias – tosse, dificuldade para respirar, secreção nasal e pode ter febre. O mais importante é levar em conta se o paciente teve contato com quem é considerado caso suspeito ou confirmado ou se fez viagem para o exterior.

Quando deve-se procurar um médico?

Não é necessário correr para o posto de saúde ao primeiro sinal de uma gripe. A orientação é ir às unidades de saúde, caso se enquadre em uma das três situações:

- Presença de febre e um ou mais sinais respiratórios, como tosse e dificuldade de respirar, além de viagem para as áreas de transmissão local. Estas áreas são divulgadas diariamente pelo Ministério da Saúde.

- Presença de febre e um ou mais sinais respiratórios, além de contato com pessoa que seja considerada caso suspeito ou esteja em isolamento domiciliar.

- Presença de sintomas respiratórios, com ausência de febre, associados a viagem ao exterior ou contato com caso confirmado.

Quais são as orientações para o paciente em isolamento domiciliar?

- Permanecer em quarto individual bem ventilado.

- Manter poucos cuidadores e não receber visitas.

- Ficar limitado no ambiente do quarto.

- Paciente e cuidador devem manter máscara cirúrgica.

- Fazer corretamente a higiene das mãos.

- Deixar um lixo no quarto para descarte de lenços e materiais utilizados no nariz e boca do paciente.

- Não compartilhar talheres, bebidas, tolhas e roupas de cama.

- Limpar e desinfetar as superfícies de contato dentro do quarto e do banheiro.

Quais os cuidados para se prevenir contra o coronavírus?

- Se tossir ou espirrar, cobrir a boca com cotovelo flexionado.

- Utilizar lenço descartável para higiene nasal.

- Descartar e lavar as mãos com água e sabão ou álcool.

- Evitar tocar mucosas, como olhos, nariz, boca.

- Manter afastamento de um metro entre as pessoas.

- Evitar abraços e beijos.

- Estar em ambientes ventilados.